Arquivo do mês: dezembro 2008

Dos perigos de ler “Cadernos Culturais”

Nos meus dias de adolescente, fui leitor devoto da “Ilustrada” e da “Bizz”e tomava estas leituras por oráculos. Hoje, mesmo a data constante no Expediente eu julgo inconfiável. Luis Fernando Veríssimo ao dizer que “às vezes, num jornal a unica … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A nossa BH e a deles

Talvez em poucas cidades brasileiras a expressão apartheid social seja tão adequada quanto em Belo Horizonte, e eu sou um desconfiado de expressões do tipo. Trazem em si o bolor do discurso oficial ruminado nos campi. Mas acertam por vezes, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | 1 Comentário

The Smiths ou o golpe no coração

Recordo dias de adolescência, The Smiths sendo para mim o que os Beatles foram para minha mãe. Minha identificação com o vocalista/letrista/messias dos desesperados Morrisey era (ainda é) quase total e posso dizer que “Half a Person”poderia muito bem ter … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

O velório da “Tribuna da Imprensa”

E a “Tribuna” interrompeu suas atividades. Anos de valentia  se barateando no labor de justificar o injustificável “Governo Lula” (de quem Helio Fernandes parecia muito esperar) e os leitores mais devotos desistiram de acompanhar suas edições. Quando Helio Fernandes escreveu … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário