A cinebiografia de Lula – um pastiche

Pois que nosso Presidente tem sua vida filmada em pleno mandato. Parece não causar espécie – e mesmo professores universitários dizem que isto é muito apreciável, pois muito mais já se gastou com obras (cinematográficas ou não) .

Em 1972 comemorava -se 150 anos da Independência e a efígie do Presidente Médici aparecia ao lado da efígie de D. Pedro numa moeda comemorativa.Não era ainda nascido (nasci em 1973) mas posso apostar tudo o que não tenho que os comentários dos satisfeitos com o regime de então eram do mesmo teor dos comentários que ouço com frequência na minha BH e na minha UFMG. É o que considero vocação histórica, por mais que isso soe como um pedantismo irritante.

Alguns articulistas que leio com relativa frequência já devem ter escrito sobre o tema, mas não os li. Acredito que se expressaram assim :

Elio Gaspari

A cinebiografia do Nosso Guia faria corar os mandatários do regime fardado. Noves fora a Moeda do Presidente Médici se ombreando com D. Pedro, mas isso foi extravagância de um Presidente que assegurava que o Povo ia mal embora o País fosse bem. Os çabios que rodeiam Nosso Guia melhor fariam mirando-se no exemplo do General Geisel de quem pouquíssimo se sabia quando Presidente. Os comissários petistas esquecem-se que quando a turma do andar de cima se lixa para o decoro, a patuléia segue- lhes o exemplo.

Helio Fernandes

Incrível, absurda, ridícula, a ideia da cinebiografia (meu Deus! Que palavra!) do Presidente . Dizem não utilizar dinheiro publico (ha! ha! ha!), mas é evidente que com os “incentivos” quem acabará pagando tudo é o cidadão -contribuinte – eleitor. O despudor do PT – PT é tamanho que lançarão o filme com Lula ainda no Poder.

“Todos os Homens do Presidente” (royalties para Bob Woodward) o encorajam neste delirante culto de personalidade, e Lula aceita, deslumbrado, maravilhado, embasbacado. Que República !

Diogo Mainardi

O Presidente Lula ganha biografia em filme. Hitler teve seu Fabio Barreto. Stalin teve propagandistas adulando-o. Ditadores amam cinebiografias. Lula é um tiranete, um coronel nordestino travestido de ideólogo de Esquerda, ele é o Sarney sem os poemas e sem o fardão da Academia.

Boicotem este filme. O populismo de demagogos sempre traz arte de quinta categoria. O totem dos nambiquaras terá seu Cidadão Kane, Fabio Barreto será a Leni Riefesntahl da Ancine, o Einsenstein do ABC.

Sempre achei que um mínimo de senso de ridículo ainda nos restava. Ainda estávamos um passo a frente de republiquetas africanas. Pelo visto, me enganei.

O Brasil sempre supera as piores expectativas.

Arnaldo Jabor

A ditadura nos tornava santos. Éramos bons, o mundo era esquemático e simples. Os óculos escuros de Geisel eram o retrato de nosso pesadelo e frequentávamos o Antonio ‘s proclamando nossa impotência frente a um processo louco da Guerra Fria numa nação tropicalista e nostálgica. Lula nos livrou, na virada da década de setenta, das loucuras voluntaristas e dos chavões esquizofrênicos. Era o real pintando, desmentindo nossas ilusões. Sua cinebiografia por Bruno Barreto é uma aventura nas entranhas do Brasil profundo e nas contradições deste líder superior aos seus comandados ainda presos ao leninismo caduco e burro. Lula é o Obama antes do Obama, é a Revolução Permanente parida no ventre do ABC.

Mino Carta

Lula é personagem, oh, central no drama da democratização à brasileira. Aos senhores bem postos na vida, ele propõe sua disposição de pugnar pelos seus. Desde que surgiu,  a realidade pouco mudou, e não por sua culpa. Os vetustos senhores do mando no palco da realidade nacional permanecem inamovíveis em sua vocação para o atraso e a rapina. Lula, expressão das ruas e o berro dos despossuídos, conheceu na carne o pacto social proposto pelos acostumados ao senhorial arranjo das coisas . Desde que nos tornamos Nação, uns poucos usufruem do suor e do sangue dos subalternos, e este filho da realidade medieval do Nordeste ensaiou nos anos 70 um inicio de rebelião. A biografia do Presidente é um pungentíssimo retrato do que somos e um vislumbre do que poderemos ser, a despeito da elite nativa, sempre ciosa do seu rebanho.

Reinaldo Azevedo

E filmam a vida do apedeuta. Não que eu me espante com os petralhas, eles sempre se colocam como Ente Histórico acima da Sociedade e seu chefe é o retrato acabado da inversão de valores que esta doença espiritual, o petismo como visão de mundo, representa. Só me pergunto quanto das leis de incentivo será drenado para este exemplar de breguice e demagogia. Fosse a cinebiografia de um tucano, os petralhas estariam promovendo sua habitual gritaria por moralidade. Emir Sader e Marilena Chauí escreveriam seus manifestos ilegíveis e Chico Buarque os assinaria.

Delfim Netto

O sr. Luiz Inácio Lula da Silva é animal inédito por sua bem dosada mistura de visionarismo e robustez pragmática. Sua biografia, embora talvez prematura, é correta ao enfocar o Milagre Econômico da Era Médici que propiciou o surgimento dos movimentos reivindicatórios de massa que deram origem ao PT, onde seu líder carismático e inteligente se projetou redesenhando o mapa político do Brasil pós-regime autoritário.

Outros escreveram, escrevem, escreveriam e escreverão,  mas estes são os que recolhi .

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A cinebiografia de Lula – um pastiche

  1. Renzo Mora disse:

    Muito bom. As críticas inventadas são – obviamente – imensamente melhores do que o filme.

    • fernandopawlow disse:

      Caro Renzo Mora, agradeço sua opinião sobre as críticas. Alguns críticos ali me esforcei para “receber” satisfatoriamente.Se desempenharam suas funções melhor que a obra que coube-lhes resenhar….
      prefiro continuar confiando em seu ( afiado) senso de apreciação cinematográfica- pois coragem para conferir o “filme do Lula” não tive até agora.
      Meu masoquismo- ou sarcasmo,se preferir- não alcança este patamar ainda.
      Grande abraço do leitor e apreciador
      Fernando Pawwlow

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s